Notícias Nacionais

Integrado no Encontro Nacional da ADRA, realizado no fim de semana de 13 e 14 de fevereiro, realizou-se, na Igreja de Lisboa Central,  na tarde de Sábado, um colóquio com o título: “Qual o Papel Diferenciador da Ação Social Adventista?”

Organizado pela ADRA Portugal, este colóquio contou com a participação do Dr. Jonathan Duffy, Presidente da ADRA Internacional, e do Pastor Mário Brito, Presidente da Divisão Inter-Europeia, tendo apresentação e moderação de Paulo Sérgio Macedo e tradução de Miguel Mateus.

Ao longo de duas horas e meia, os oradores convidados refletiram sobre temas relacionados com a responsabilidade do Cristão e da Igreja para com os mais desfavorecidos; a preparação da Igreja e das comunidades locais para lidar com as situações de carência e para acolher e apoiar os que estão à sua volta; as preocupações e desafios mais prementes que é possível detectar, em Portugal e na Europa; a tensão e o equilíbrio existentes entre o valor intrínseco de responder às necessidades do próximo e o mandato de partilhar a mensagem espiritual do Evangelho.

Dando resposta à questão fulcral do debate – o que, no fundo, diferencia a ação social adventista – Jonathan Duffy referiu que, na sua opinião, os adventistas e as suas instituições de ação social se caracterizam por uma “profunda e incontrolável paixão pelo indivíduo”, enquanto Mário Brito destacou uma característica “visão do ser humano no seu todo, nas diversas, mas unas, vertentes da existência”, bem como que, “num mundo em que cada vez menos as pessoas conhecem Deus e acreditam na Sua Palavra, este é um meio de aproximação por excelência”. 

Para além das entrevistas do moderador, os oradores responderam a questões colocadas por uma numerosa e interessada assistência na sala, bem como de espectadores que assistiram através da transmissão realizada pelo Hope Channel Portugal. De salientar também a participação no debate dos organizadores, Cármen Maciel, Diretora da ADRA Portugal, e João Carlos Martins, Diretor da ADRA Divisão Inter-Europeia, naquele que foi o primeiro evento de âmbito nacional após as suas nomeações.

No final, foi destacado pelos presentes o interesse do tema e do debate, concluindo-se que a ação social é, por um lado, um responsabilidade individual do Cristão, e, por outro, o ramo de uma Igreja que partilha a verdade presente sem perder de vista a resposta às necessidades presentes, com paixão por cada ser humano, Mudando Uma Vida de Cada Vez

 

Ad7 Notícias | ADRA Portugal