Notícias Internacionais

Os Ministérios da Saúde da Igreja Adventista do Sétimo Dia lançou recentemente um curso destinado a dar formação e a incentivar os estudantes de saúde que não frequentam as universidades adventistas.

Cerca de quatro mil estudantes adventistas que frequentam cursos de saúde, entre os quais Medicina, Enfermagem, Psicologia, Nutrição e Fisioterapia, estão a estudar em universidades não adventistas da América do Sul.

Este projeto-piloto, organizado pela União Argentina e a Associação de Buenos Aires em parceria com os Ministérios da Saúde da Conferência Geral dos Adventistas do Sétimo Dia, chamou a atenção quando as 35 vagas foram rapidamente preenchidas.

Durante o curso de nove dias, 20 profissionais de saúde da Universidade Adventista de La Plata, da Clínica Adventista de Belgrano, do Centro de Vida Sana, bem como de outras instituições e organizações, deram a conhecer as últimas tecnologias médicas com o propósito de apoiar a mensagem adventista sobre saúde. Os trabalhos práticos  incluíram como organizar Expos Saúde e outros projetos comunitários. Os estudantes participaram igualmente numa série semanal de reuniões públicas, que versou temas como a saúde mental e a espiritualidade.

“Sinto-me verdadeiramente sensibilizado com o compromisso missionário destes estudantes, assim como dos profissionais de saúde que integraram este curso. Acredito que se deveria dar continuidade a esta iniciativa no nosso território”, salientou o pastor Carlos Gil, presidente da União Argentina dos Adventistas do Sétimo Dia.

Este curso suscitou o interesse dos líderes da Igreja Adventista no Brasil e no Chile e estão a fazer planos para desenvolverem programas semelhantes nesses países em 2016.

ANN | Ad7 Notícias