Notícias Nacionais

Foi no sábado, vinte oito de Agosto de 2016. O sol declinava no horizonte e os veraneantes deixavam vagarosamenteuma das praias de Quarteira, Algarve.

Numa simbiose do Sol da Justiça no coração, vozes de louvor e o dedilhar da viola, a praia foi inundada por um grupo de crentes Adventistas de algumas igrejas  do Algarve e de Lisboa. Aquele local tornou-se paragem obrigatória para todos aqueles que iam deixando  o areal, estupefactos, interrogando-se sobre que povo era aquele e que cerimónia estavam a celebrar,  alguns tirando até fotos com os seus telemóveis.

Do meio do grupo,  três silhuetas de bata branca (Ronaldo, Mónica e Cátia) elevaram-se e dirigiram-se para aquele mar… Mar de tantas lembranças de infância para Mónica e Cátia, naturais do Algarve, e para Ronaldo, o  Jordão do seu novo nascimento.

O cenário da cerimónia batismal, cujo oficiante foi o pastor Enoque Nunes, estava montado e os neófitos testemunharam diante de amigos, familiares  e irmãos de fé, o seu novo nascimento  em Cristo, ao ritmo da  onda que ia e vinha e se espumava na emoção e no testemunho de fé de cada um: 

“Pelo mal perdido andei, longe do meu Jesus… Jesus então me viu, e deu–me a Sua mão...

Nas claras águas deste mar, os meus pecados e as minhas angústias deixarei …

A Justiça de Cristo foi me imputada, e no fundo deste mar os meus pecados foram sepultados,  e agora salvo estou.

Ó Jesus, seguir-te quero !" 

Ao deixarmos a praia, o ocaso já tinha terminado, a brisa do mar envolvia o grupo numa festa espiritual e num compromisso de fé: “mesmo que te neguem todos, eu te seguirei até àquele dia“.  Maranata!     

Ad7 Notícias | Departamento de Comunicação da IASD Póvoa de Stª Iria