Notícias Nacionais

Batismo em Coimbra

Estávamos na data de 10 de Março de 2018, na manhã do santo Dia do Senhor. Eram três os motivos dignos de registo espiritual naquele Sábado: o Dia, em si mesmo santo e abençoado, memorial da Criação e da Redenção; por se iniciar uma Semana de Oração de Jovens, e pela realização de mais um Batismo em conformidade com o mandamento e a experiência pessoal do Salvador.

A mensagem então partilhada aos jovens pelo Pr. Paulo Neves, apontava para a premente necessidade de nos reconciliarmos com Deus e nos habituarmos a perdoar sempre e mutuamente.

Aproximava-se a hora solene da Cerimónia Batismal do nosso amigo Paulo Alexandre Mateus da Silva, que seria presidida pelo Pr. Paulo Neves. Antes, porém, o ancião João Craveiro teve a particular comissão de questionar o Candidato com pontos de referência doutrinais Bíblicos, através dos quais, com respostas positivas, deu testemunho público do seu compromisso para consagração de vida cristã.

O Batismo é uma aliança com Cristo Jesus, Criador e Senhor, e um memorial demonstração de que, neste consentimento pessoal, “morre o velho homem para dar lugar a um novo homem”. É uma obra realizada pelo Espírito Santo, à qual o crente se dispõe, livremente, aceitá-la, tendo como Alvo a gloriosa ressurreição.

Eram 12h01 quando o candidato ao batismo entrou e foi mergulhado pelo Pr. Paulo Neves nas águas aquecidas do batistério da Igreja de Coimbra. Logo após, foi dado a conhecer a todos os presentes ao Ato Solene o interesse que o irmão Alexandre manifestou durante os Estudos Bíblicos em conhecer as doutrinas da salvação, e isto desde que lhe foram ministradas as primeiras mensagens até pouco tempo antes de ser envolvido pelas águas no seu batismo. Revelador de um grande cuidado em cativar almas para Jesus, o Pr. Paulo Neves dirigiu, por fim, um apelo a todos os presentes para a necessidade de conhecerem o Salvador e a Sua palavra descendo às águas batismais, tendo em resposta cerca de treze pessoas a levantarem-se para assumir tão sério compromisso.

É de todo justo salientar ainda a dedicação desenvolvida pela Obreira Bíblica e Anciã, a nossa muito querida irmã Del Carmen que, sem olhar às condições do tempo e às horas, e sempre orientada pelo Espírito de Jesus, conduziu o irmão Alexandre até ao cumprimento da ordem estabelecida pelo Salvador ressuscitado: “Quem crer e for batizado será salvo; …” (Mar. 16:16).

O diploma de batismo - documento oficial de prova identificadora de membro efetivo nos Livros de Registos da Igreja - foi entregue em mão (não sem alguma emoção) pela nossa irmã Anabela Craveiro. Foi a seguir presenteado por duas gentis crianças com um lindo e muito simples arranjo floral, e no mesmo instante oferecidos, em nome da Igreja, alguns Livros do Espírito de profecia, entregues pelas mãos das nossas Irmãs Del Carmen e Marta Carapinheira.

Devido à maneira elegante de trato com que o nosso irmão Alexandre se apresentou durante todo o tempo em que se deu a conhecer na igreja, até ao momento do seu batismo, soube deste modo criar aberta simpatia entre os irmãos e irmãs dos quais veio a receber, e das visitas presentes, cumprimentos fraternos traduzidos em beijos e abraços, sempre oportunos e agradáveis nestas excelentes ocasiões.

Desejamos ao nosso irmão Alexandre que, em todo o percurso da sua vida pessoal e espiritual, segure, firmemente, as suas mãos nas mãos de Deus, e que nunca desista da Sua divina e compassiva companhia. Maranata! Sim; Jesus vem.

HOPE Portugal | Carlos Santos - Diretor do Dep. Comunicação na IASD de Coimbra