Notícias Internacionais

Milhares de pessoas foram batizadas no Zimbabué como resultado de uma das maiores iniciativas evangelísticas da Igreja Adventista do Sétimo Dia, resultado da coordenação de esforços de muitos ministérios, onde se incluem a ADRA, a ASI, Light Bearers e Share Him. Cálculos preliminares indicam que foi cumprido o alvo de batizar 30 000 pessoas durante a campanha evangelística com a duração de duas semanas.

O Presidente da Igreja Adventista do Sétimo Dia, Ted Wilson, falando em Chitungwiza, um dos 914 locais em que decorreram as reuniões, declarou que os verdadeiros heróis foram os membros de Igreja que foram de porta em porta oferecendo estudos bíblicos. “O que vocês fizeram aqui em Chitungwiza é incrível”, disse Wilson a mais de 1000 pessoas reunidas para participarem nos serviços de Sábado. Mais de 1000 membros de Igreja penetraram em Chitungwiza, uma cidade situada na vizinhança de Harare, a capital do Zimbabué, vindos dos arredores. Durante o mês de maio, eles foram de porta em porta, oferecendo as lições do curso “Voz da Profecia”. Como resultado deste esforço, 5043 pessoas completaram o curso. Ainda não se sabe quantas destas pessoas foram batizadas, mas cerca de três quartos das 1085 pessoas batizadas em Chitungwiza em 28 de maio tinham completado o curso. Esta estratégia foi replicada em muitas outras cidades e vilas do país. Além disso, os membros da Igreja implementaram cerca de 5000 pequenos grupos alguns meses antes da campanha evangelística, sendo os participantes convidados a assistirem à campanha. Esta campanha de duas semanas captou a atenção de toda a nação. Entre as ações que chamaram mais a atenção da opinião pública do Zimbabué conta-se a clínica gratuita organizada pela Igreja em Chitungwiza, que prestou cuidados de saúde a 34 100 pessoas. Os doentes vieram de locais situados a centenas de quilómetros da cidade. Muitos destes doentes estiveram depois entre as 20 000 pessoas que assistiram à pregação de Ted Wilson na cidade. Esta clínica gratuita foi apenas um exemplo do modo como a Igreja Adventista do Sétimo Dia procurou cuidar das necessidades físicas e espirituais do povo do Zimbabué durante a campanha evangelística. Outro exemplo foi a abertura de 12 poços para fornecimento de água realizada pela ADRA, também em Chitungwiza. Na sexta-feira, 29 de maio, a Igreja Adventista do Sétimo Dia entregou ao governo da nação uma ala do Hospital Central de Harare totalmente renovada, financiada pela ASI. Esta ala hospitalar não tinha sido renovada desde a fundação do hospital em 1958. Esta campanha evangelística com a duração de duas semanas não mudou apenas a vida dos cidadãos do Zimbabué. Cerca de 30 jovens da Associação do Arkansas-Louisiana (Estados Unidos da América) estiveram entre 77 oradores provenientes de países estrangeiros, ao abrigo da organização Adventista Share Him. Ted Wilson terminou a campanha com uma viagem entre três cidades. Primeiro pregou perante 35 000 pessoas em Chitungwiza, tendo depois falado a uma audiência de 20 000 pessoas em Gweru e a uma multidão de 50 000 pessoas em Bulawayo. Ele falou acerca das razões que o levaram a escolher ser Adventista. Também estimulou os seus ouvintes a seguirem um estilo de vida saudável. O Vice-Presidente do Zimbabué, Phelekezela Mphoko, esteve presente no estádio em Bulawayo e encontrou-se com Ted Wilson em privado. Wilson informou Mphoko, que é Adventista do Sétimo Dia, sobre as atividades evangelísticas desenvolvidas pela Igreja Adventista no Zimbabué durante o mês de maio. Embora esta campanha evangelística no Zimbabué seja já um marco na atuação da nossa Igreja em África, é apenas o começo do esforço de evangelização empreendido pela Divisão Sul-Africana e Oceano Índico. Segundo o presidente da Divisão, Paul Ratsara: “Isto não é o fim. Este é apenas o início do nosso esforço de levar Cristo aos povos da nossa Divisão.”

ANN/RA/Ad7Notícias